cultivando rosas… adoçando o jardim de casa

As rosas sempre serão símbolo de feminilidade e delicadeza, aliadas ao romantismo…

E quantos poemas foram escritos sobre ela? Com certeza milhares pelo mundo inteiro!!!

As rosas são flores bem populares não apenas no Brasil, mas em todo o mundo. Versáteis e aparecendo em muitas opções de formatos e cores, essas flores são fáceis de serem cuidadas, garantindo que você possa ter a sua seja no jardim em casa ou em um vaso bem pertinho de você e de sua família.

Ahhh adoro! E quem não?

Pensando nas lindas roseiras possíveis em nosso jardim, vou compartilhar com vocês 10 dicas para o plantio e manutenção destas lindas flores.

É exatamente isso que você vai ler agora, pois reuni cuidados básicos com o cultivo desta planta, para que as suas flores se mantenham lindas sempre.

Vamos lá:

  1. As roseiras devem ser plantadas em solo rico em húmus (leia http://amaeleoa.com.br/2016/11/22/fazer-um-minhocario-com-as-criancas/)  e, preferencialmente, argiloso. Os berços, locais onde a planta será implantada, devem ter em torno de 30 cm de profundidade.

2. As roseiras precisam ficar em um local onde bata Sol pelo menos 6 a 7 horas diárias e bem arejado, porém não diretamente.

3. A rega da planta deve seguir um roteiro especial: primeira dica é que, após o plantio das mudas até a primeira floração, as rosas sejam regadas todos os dias.

4. Após, é necessário regá-las duas vezes por semana no inverno e duas vezes por semana quando o tempo estiver muito quente. A terra deve ficar um pouco seca entre uma rega e outra.

5. Um erro muito comum é molhar as flores e as pétalas pois aumentamos as chances de doenças na planta. Por isso, o mais recomendado é regar diretamente na base dela junto ao caule, garantindo o desenvolvimento correto da roseira.

6. Muitas plantas respondem melhor quando passam por podas, mas com as rosas isso é totalmente indispensável. Assim, ela deve acontecer em dois momentos principais: após um ano do plantio e após cada floração.

7. Após a floração, o ideal é cortar algumas folhas abaixo dos botões de maneira diagonal, garantindo que a rosa possa continuar crescendo e se desenvolvendo.

8. Adubações podem ser feitas no final da primavera para que a planta mantenha sua energia e após a poda de inverno, para propiciar nutrientes para a nova brotação.

9. Vale ressaltar que os períodos mais adequados para se plantar uma roseira são os meses de julho e agosto.

10. Para o plantio da roseira em um vaso, escolha o que tiver o tamanho ideal para o tipo de roseira que está sendo plantada, em relação ao tamanho que ela alcançará. A cada 15 dias coloque adubo específico na terra, sempre atento à dosagem recomendada no rótulo do produto.

Bom plantio e lindas rosas em seu jardim… e qualquer dúvida pode deixar nos comentários que responderei com carinho!

E se curtiu este Post, que tal este abaixo:

uma árvore de frutas, por que e como ter em casa

 

Comentários

Comentários

4 Replies to “cultivando rosas… adoçando o jardim de casa”

    1. Calma querida, os cuidados são pequenos… vc é boa nisto sim, basta seguir as dicas e terá lindas rosas em seu jardim ou no vaso!!! bjooo

  1. Oi Elaine
    Uma das coisas mais bacanas no seu blog, é que sempre aprendo algo novo!
    Adorei este post.
    Amo rosas, mas não sabia destes detalhes. Dicas anotadas 🙂
    Bjks mil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *