calma aí tempo… não empurra não!

.

Ahhh… meus devaneios sobre o TEMPO !!!
Eu sempre tenho a sensação de que o tempo fica mais rápido com o ‘passar do tempo’…
E o passar do tempo vira suas páginas com uma velocidade tão grande que nem mesmo ‘o tempo’ acompanha…
.
Será possível???
.
Talvez se todos os dias fossem mais longos, eu conseguiria dar conta de tudo sem correr como se o mundo fosse acabar e se todas as tarefas devessem ser cumpridas.
Definitivamente nunca dei conta do tempo que tive…

.

 

.

E com a maternidade, tudo se modificou e o Sr. Tempo ganhou outras formas!
A forma mais gentil foi o tempo largo, porém nunca longo!
Aqueles poucos minutos em que paramos para observar alguém que amamos e nos faz viajar, tornando o momento infinito…
Ou aquele cochilo de minutos de cansaço, que parece uma eternidade de sono…
E o tempo curto impiedoso que me faz correr ainda mais em uma busca incessante de mais e mais tempo…

.

.

 

Mas será do Sr. Tempo a culpa de nossos momentos 
se perderem na falta de tempo que nos faz?

.

Talvez não tenhamos parado pra pensar o quanto de valor têm os nossos segundos,
na euforia e loucura dos dias, que sem disciplina nos traz exaustão!
Que os curtos momentos bem vividos, transformados em um simples sorriso e na emoção que nos dá…
Reclamamos do tempo perdido, dos nossos dias mal cumpridos, mas não seria mal conduzido pela ignorância do cidadão?
.
.

Será mesmo o tempo um cruel inimigo, que nos traz curtos dias mal consumidos e muita desilusão?

Ou ele mostra com paciência, e altas doses de benevolência, o que de bom a vida nos traz?

Se olharmos para traz e observarmos, cada cantinho do caminho e cada passo dado, pararíamos de reclamar…

.
.
Tem boato rolando que o tempo, um Sr. cruel e marrento, veio pra nos castigar,
e dizem que o tal Senhorzinho, nos leva aos momentos furtivos e depois a saudade a matar…
Mas se vivêssemos tão direitinho, amando e abraçando-nos todos os dias, e ainda tivéssemos a calma amiga…
seríamos certeza, melhores mortais!
.
.

Porque o Sr. Tempo é sim nosso amigo, fiel escudeiro dos erros benditos e que nos apoia nos dias sem se cansar…

Coloca junto em nossa mochila, todas as experiências vividas e que fomos capaz de suportar!

.

.

E nos trata com um amor tão paterno, seja na alegria ou na dor dos desafetos, pois esta última ele há de curar!
Pois sem ele continuaríamos ali, reclamando da vida assim, sem a tal evolução nos acompanhar…
.
.
Bora sim vamos juntos querido e seja sempre um mega amigo, seja curto ou longo o período, vou lhe usar e abusar!
Pois quem quer viver sempre o que sente
Foca com o Sr. Tempo o PRESENTE
Dos acertos: deixa vivo na mente…
Dos erros: aprende a crescer…
Ahhh... o tempo!

.

.

Curtiu? Curte poesia? Sei que curtirá esta abaixo também!

Comentários

Comentários

8 Replies to “calma aí tempo… não empurra não!”

  1. Que texto mais lindo!!!
    Eu achei também que com a maternidade o tempo veio que veio. Às vezes acho que quanto mais velhos ficamos, mais rápido passa. Não sei. Só sei que como vc, pretendo usar e abusar desse tempo. 😉

  2. Querida Elaine
    Que texto mais lindo! Amei!
    O tempo voa, é difuso e muitas vezes doido…
    Adorei as fotos também.
    Seu blog é muito inspirador. Adoro!
    Bjks mil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *